Grupo Fate Aluar enfrenta o crescimento e consolidação corporativa com solução implementada pela subsidiária da SONDA

Cliente: Grupo Fate Aluar (Argentina) Indústria: Manufatura Solução: Asset Management

Resumo

Graças à implementação da EAM MAXIMO por SOLEX subsidiária da SONDA, as empresas mais importantes pertencentes ao Grupo argentino Fate-Aluar consolidaram eficiência com melhorias significativas de produtividade.

Perfil Cliente

Duas das maiores empresas na Argentina compostas pelo Grupo Fate-Aluar, são precisamente aquelas que levam o nome deste conglomerado empresarial. Fate é o maior produtor e exportador de pneus no país, enquanto Aluar é a única produtora de alumínio primário na Argentina.

Embora ambas as plantas são independentes, com itens e realidades diferentes e estão mais de 1.400 km. aparte, uma decisão empresarial a finais dos anos 90, decidiu a substituição de soluções de manutenção internos adaptados, porque estavam perdendo a funcionalidade ao passar o tempo.

Necessidade de negócio

Procurando o melhor

De acordo com Hector Iannino, Gerente de Sistemas e Telecomunicações do Grupo, “a decisão foi destinado a implementar um sistema capaz de acompanhar as empresas no crescimento sustentado que veio para experimentar e garantir a atualização e melhorias funcionais.”

Buscavam uma solução para gerenciamento de ativos com o prestígio e a experiência de desenvolvimentos anteriores em plantas de complexidade semelhante em diferentes países. Se opto por MAXIMO (versão 3.02), a EAM (Enterprise Gestão de Ativos) do estadunidense MRO, que tem a vantagem de ter um Centro de Suporte e serviços na região, através do SOLEX, uma subsidiária da SONDA do Chile.

Além disso, a solução deve ter a capacidade de gerenciar ativos para as empresas de produção forte. A Aluar, gerando mais de 275.000 toneladas de alumínio primário por ano e 75% é destinado à exportação. Fate, entretanto, produz quatro milhões de pneus por ano, exportando cerca de 50%.

Solução

Eduardo Beltran, Coordenador de Projetos da Gestão de Sistemas e Telecomunicações do Grupo, diz que ao escolher a MAXIMO havia diferentes pontos de vista sobre o assunto, mas finalmente decidirão sobre a sua força, integrabilidade, a compatibilidade com as aplicações existentes e porque representava os próprios módulos que eles trabalharam, melhorando custos e outras funções não abrangidos no seu sistema.

Rapidamente, depois de enfrentar em boas condições as dificuldades de mudança de cultura, começaram a sentir os primeiros benefícios do software, tais como uma maior eficiência em termos de tempo, um serviço eficaz na área de manutenção e melhor controle de custos associado.

Após o primeiro ano de funcionamento da MAXIMO e paralela à implementação do novo Centro de Distribuição da Fate, foi alcançado um conceito de logística novo e melhor serviço ao cliente. Três anos mais tarde, houve a integração entre Fate e Aluar a nível de aplicações em comum nos módulos de Inventario, Aquisição e Projetos.

Resultados

Reforçando a eficiência para melhorar a produtividade

Com a experiência adquirida, o Grupo Fate-Aluar decidiu atualizar a ferramenta, levando em consideração as necessidades de cada empresa. Aluar migrou para a versão 4.03 e Fate, em seguida, para a 5.1, sem problemas ou incompatibilidades entre os módulos comuns em ambas às empresas.

Segundo diz Beltran, um dos principais desafios que Fate tem enfrentado com a atualização da solução que opera em um ambiente web, foi a mudança de interface e navegação para o usuário. Além disso, alguns usuários relutantes em mudar sua versão, porque para muitos, a plataforma web era algo completamente novo e não sabiam como seguir um fluxo de trabalho ou “workflow”. No entanto, como diz o executivo, “a formação e o apoio da SOLEX foram fundamentais para facilitar a implementação de software.”

A principal vantagem em Fate da nova versão é a incorporação da funcionalidade do fluxo de trabalho. “Este conceito está associado com uma melhor navegação, simplifica e melhora o gerenciamento de ordem de trabalho”, acrescenta. Entretanto, para Hector Iannino, o apoio dos profissionais de Solex “foi fundamental e satisfatória, tanto em termos de usuários e sistemas, estamos muito satisfeitos com os produtos e serviços”.

Nos últimos anos, a MAXIMO tem sido a ferramenta que tem acompanhado as empresas no seu crescimento, proporcionando maior eficiência em termos de tempo, uma melhor gestão global na área de manutenção e melhor controle orçamental.

Mas os desafios não param por aqui. Segundo relata Beltran, em Aluar uma expansão da fábrica de alumínio de um 30% é projetada. Em paralelo, estão começando a fazer estudos de migração para a versão da MAXIMO 5.2, com o objetivo de que o upgrade acompanhe essa fase da empresa e incorpore mais funcionalidade.

Enquanto isso, em Fate a planta de pneus radial de caminhão será expandida e é esperado aumentar a produção de pneus de carro. Para fazer isso, “é essencial consolidar o uso da versão do ambiente web, antes de tomar o próximo passo, porque, como em Aluar, a MAXIMO anda de mãos dadas com o crescimento do Grupo”, diz Eduardo Beltran.

Beneficios

  • Gestão de Ativos
  • Centro de Assistência e Serviços
Contáctanos