/ Início / Detalhe da notícia

 

 

comex

Inteligência de dados: a importância do BI nos processos de Comex

Sabemos que o Comex, ou Comércio Exterior, lida com os processos de venda e compra de produtos dentro e fora do país e, por isso, envolve uma infinidade de questões tributárias, financeiras, administrativas, comerciais e aduaneiras que mudam a todo tempo.

Sabemos que o Comex, ou Comércio Exterior, lida com os processos de venda e compra de produtos dentro e fora do país e, por isso, envolve uma infinidade de questões tributárias, financeiras, administrativas, comerciais e aduaneiras que mudam a todo tempo.

por Thales de Lima *

Frente a tantos detalhes e atualizações, é preciso que as empresas tenham controle de seus dados para transformá-los em informações estratégicas que beneficiem os negócios.

Nesse sentido, o uso da tecnologia de Business Intelligence (BI) se faz imprescindível nesta área, auxiliando líderes e gestores no acompanhamento dos indicadores para tomadas de decisões com foco na redução de custos, no aumento lucro, no acompanhamento das mudanças na legislação, nos serviços de desembaraço, no cálculo de custos e fretes e, por fim, na maior satisfação dos seus clientes.

Ainda que esse tipo de software não seja uma novidade, a coleta manual de informações das variáveis do Comex e a gestão em planilhas Excel ainda são muito utilizadas pelas empresas. O resultado desse processo obsoleto é o gasto excessivo do tempo de profissionais especializados em busca de informações e na análise dos resultados, assim como a falta de qualidade e segurança das informações típicas de um sistema não automatizado, sem contar os prejuízos financeiros que remetem essas práticas. Como consequência da perda de eficiência, as tomadas de decisões podem ser imprecisas e, por fim, comprometer os resultados dos negócios.

Em contrapartida, a adoção de um sistema de BI permite a busca de dados de fontes diversas, incluindo ERPs (Enterprise Resource Planning), banco de dados e sites em geral que forneçam informações pertinentes ao negócio, como governamentais, jornalísticos e de companhias logísticas, entre outros. De maneira automatizada, o software se mantém atualizado e os usuários ficam apenas focados em explorarem as combinações de dados vindas das fontes escolhidas para criarem análises e tomarem decisões assertivas.

Com toda a informação organizada e disponível de forma visual é possível analisar oportunidades de mercado, ter clareza sobre os custos e o tempo de transportes de cargas, minimizar riscos, mapear preços de exportadores e fabricantes e gerir impostos. Isso significa poder se tornar competitivo, frente às margens cada vez mais reduzidas. As oportunidades com a tecnologia são muitas, basta treinar a equipe de comércio exterior para ter um olhar estratégico e, consequentemente, promover o real diferencial perante os concorrentes.

*Thales de Lima é gerente de BPO, desenvolvimento e sustentação de soluções de Comex e Fiscal da SONDA Brasil, líder regional em serviços de Transformação Digital. 

Artigos Mais Recentes


Relatório de Igualdade Salarial

Somos uma empresa de pessoas e sabemos da importância de potencializar nossos talentos, que lideram a transformação dos negócios de nossos clientes..

Saiba mais

Inteligência Artificial: o papel dos líderes de TI na jornada rumo à inovação tecnológica

Essa tecnologia, assim como as ferramentas de automação chegaram a um patamar no qual elas geram um valor comercial para as empresas de TI.

Saiba mais
SONDA