Notícia

Receita e EBITDA da SONDA aumentam 10,6% e 15,7%, respectivamente, no primeiro semestre de 2019

Receita e EBITDA da SONDA aumentam 10,6% e 15,7%, respectivamente, no primeiro semestre de 2019

Destaca la mejora en resultados de la operación en Brasil, donde el EBITDA aumentó un 103,7% y los ingresos 11,2%, en reales.

A SONDA divulgou os resultados do primeiro semestre de 2019. A companhia registrou uma receita de US$ 599,3 milhões, EBITDA de US$ 64,5 milhões e lucro líquido equivalente a US$ 17,8 milhões.

A receita aumentou 10,6% em relação ao primeiro semestre de 2018, impulsionada pelo crescimento registrado em todos os países em que opera: Chile (+7,3%), Brasil (+9,1%), México (+8,1%) e Outros Países da América Latina, OPLA, (+23,6%). Já o segundo trimestre registrou crescimento de receita de 16,0%, no comparativo com o ano anterior, sendo Brasil (+21,9%), OPLA (+28,2%), Chile (+9,1%) e México (+6,4%).

O EBITDA aumentou 15,7%, no primeiro semestre, impulsionado pelo crescimento da operação no Brasil (+103,6%). No segundo trimestre, o EBITDA também mostrou bom dinamismo, alcançando um acréscimo de 16,0% em relação a 2018. Esse crescimento é amplamente explicado também pelas operações brasileiras (+84,7%), que vem apresentando melhorias nos resultados desde 2018.

“A significativa melhora dos números do Brasil é consequência da execução do nosso plano estratégico. Em 2018, focamos no aumento da produtividade e na redução de custos e, em 2019, a ênfase está no aumento da atividade comercial, ou seja, vendas e receitas. Estamos fortalecendo nossos negócios tradicionais ao mesmo tempo em que crescemos nas linhas de negócios das novas tecnologias, tais como Analytics, Cloud, RPA (Robotic Process Automation), processamento cognitivo, etc. Isso nos deixa confiantes em seguir com o plano de crescimento que estabelecemos para o mercado brasileiro”, analisa Affonso Nina, CEO do Grupo SONDA no Brasil.

Na primeira metade do ano, a margem EBITDA atingiu 10,8%, representando uma maior rentabilidade (+50 pontos base) em relação ao mesmo período de 2018. No segundo trimestre de 2019, ela alcançou 11,1 %, com um aumento de 70 pontos base (pb) em relação ao primeiro trimestre deste ano. O Brasil destaca-se, melhorando as margens sequencialmente desde 2018. O segundo trimestre de 2019 registrou expansão de 270 pb, em relação ao mesmo período do ano passado, com melhora sequencial de 150 pb, em relação ao primeiro trimestre deste ano.

Em termos comerciais, a geração de negócios atingiu US$ 624 milhões no primeiro semestre de 2019, explicada pelo aumento da atividade comercial (vendas) no Brasil (+39,9%) e no Chile (+10,1%). Os acordos comerciais no Brasil durante o segundo trimestre de 2019 destacaram-se, registrando um crescimento de 107,8% em relação ao mesmo período de 2018. O Brasil representou 46,4% do total de todos os acordos fechados no primeiro semestre do ano.

As oportunidades para novos negócios alcançaram US$3,5 bilhões, o que representa um aumento de 8% em relação aos números reportados no final de 2018. “Nesse segundo trimestre, vemos como o crescimento das receitas e do EBITDA continua a se consolidar, especialmente em mercados relevantes como o Brasil e o Chile. Isso nos mantém otimistas diante dos objetivos que nos propusemos. Continuamos a trabalhar ativamente na execução do nosso Plano Estratégico, especialmente na promoção das áreas de inovação e transformação digital, fundamental nos serviços que prestamos aos nossos clientes”, afirmou Raúl Véjar, CEO global da SONDA.

Entre em contato conosco
Selecione um país
Company
Name
E-mail
Serviço de interesse
Message