Politicas de privacidad SONDA
Zilda Hessel

Mulheres que transformam

Zilda Hessel

Zilda Hessel, Diretor de AMS Serviços TI

Zilda Hessel, trabalha com processamento de dados desde 1987, graças ao seu alto nível de habilidades matemáticas e sua paixão pelas ciências exatas, o que a levou a liderar equipes de desenvolvimento. Zilda chegou na SONDA em 2018 como Diretora da AMS, liderando uma equipe de 1.800 pessoas devido às suas habilidades de gestão. 

Zilda Hessel, trabalha com processamento de dados desde 1987, graças ao seu alto nível de habilidades matemáticas e sua paixão pelas ciências exatas, o que a levou a liderar equipes de desenvolvimento. Zilda chegou na SONDA em 2018 como Diretora da AMS, liderando uma equipe de 1.800 pessoas devido às suas habilidades de gestão. 

Acho importante poder escolher trabalhar em organizações que possuem os mesmos valores que os seus.

Zilda é Engenheira de Sistemas pela Universidade Ibirapuera-SP e desde pequena tem muita afinidade com ciências exatas. Nesta conversa, ela nos contou sobre sua família e o impacto que sua paixão pelos estudos matemáticos teve em sua vida, o que a levou a liderar várias áreas da SONDA.

Venho de uma família matriarcal de São Paulo. Éramos apenas nossa mãe e suas quatro filhas. Como minhas irmãs, trabalhei desde muito jovem, porque sempre sentimos que era necessário ajudar para que nossa casa pudesse seguir em frente de forma autossuficiente.

Aos quatorze anos, no ano 87, trabalhava com Processamento de Dados, uma tarefa que foi de grande utilidade devido ao meu bom nível de matemática e a minha paixão pelas ciências exatas foram muito úteis. Comecei como técnica, e depois de seis meses já estava programando, experiência que foi muito útil posteriormente, quando tive que liderar equipes de desenvolvimento.

Vim para a SONDA em 2018, como Diretora da AMS. Em meados de 2020, agregamos às equipes de Desenvolvimento de Software e Serviços Profissionais, entre outras tarefas, e passei a liderar uma equipe de 1.800 colaboradores e gerenciar mais de 200 contratos, o que exige uma grande capacidade de organização e gestão, para que esta grande orquestra não saia de sintonia.

Eu cresci em uma família com mulheres fortes e trabalhadoras, nunca me senti discriminada ou diminuída diante dos homens. Sempre gostei de desafios e acho que o melhor é abordá-los em equipe e com espírito colaborativo. Além disso, acredito que ser uma pessoa pragmática, direta e comunicativa me ajudou a realizar tarefas complexas que exigem a combinação de diferentes talentos e perspectivas.

A diversidade é um valor essencial para o sucesso, pois diferentes visões e capacidades convergem em torno de um objetivo coletivo. Para isso, é fundamental que as mulheres confiem no nosso talento, mas também que compartilhemos com mentores e lideranças mais experientes que nos inspirem a continuar crescendo.

Um conselho fundamental para as jovens que estão entrando no mercado de trabalho no setor de TI é que – se  possível – optem por trabalhar em uma empresa que compartilhe seus valores e propósitos, e que permita o desenvolvimento profissional sem descuidar da família, onde se sinta apoiada. Agora, na pandemia, estamos todos trabalhando juntos, compartilhando nossa casa como uma família com filhos e netos.

Contáctanos