Notícias

SONDA e IANSA são protagonistas de marco tecnológico para empresas latinoamericanas

25/09/2018

A IANSA se converte na primeira empresa da região a migrar seus serviços SAP Hana à nuvem Azure com o apoio da SONDA.

A Transformação Digital é uma grande oportunidade para as empresas, já que propõe o desafio de evoluir a tempo, para manter a competitividade no mercado. Isso foi o que a Iansa, grande empresa de alimentos do Chile, entendeu, e se transformou na primeira empresa latinoamericana a migrar seus serviços SAP HANA a Azure, a nuvem da Microsoft, com o apoio da SONDA.

Esta solução, adotada há seis meses pela empresa, entrega atualmente um alto nível de flexibilidade e escalabilidade, a partir de um modelo de serviços na nuvem, com infraestrutura certificada pela SAP.

Para Oscar Mancisidor, CIO da Iansa, “este projeto nos permite dispor de maior visibilidade para a plataforma SAP, além de tomar decisões em tempo real, sem nos preocupar com a administração e operação da mesma, com a flexibilidade e escalabilidade necessárias para enfrentar diferentes cenários de negócio. Dessa forma podemos nos focar em nosso negócio, cujo objetivo é alimentar o mundo com o melhor de nossa terra.”

Evangelina Paez, Chefe de Integração de Projetos da IANSA, destaca que este novo cenário de maior escalabilidade, rapidez e flexibilidade para enfrentar de maneira mais eficiente a operação da companhia, se traduz na possibilidade de “focar na análise e melhor acompanhamento do negócio, não apenas em termos de soluções mas também de custos”.

Já Raúl Sapunar, Gerente Geral da SONDA Chile, destacou a confiança mostrada pela diretoria da IANSA. “Temos orgulho desse importante passo, com todo o nosso apoio, já que fomos pioneiros fornecendo serviços de cloud empresarial na região”, enfatiza.

INOVAÇÃO COMPETITIVA

Sob um modelo de IaaS (Infraestrutura como Serviço), a SONDA entrega os serviços de SAP HANA sobre a plataforma Cloud de Azure, incluindo serviços de administração basis, backup e DRP.

Isso permite otimizar os tempos de ação e reação das diferentes unidades da IANSA, em temas tais como solução de problemas, desenvolvimento de projetos ou respostas de solicitações, entre outros. Aspectos que, em conjunto, são fundamentais para responder a um mercado altamente dinâmico e competitivo.

“Esta inovação disruptiva é transcendental para desenvolver um negócio mais dinâmico e escalável no tempo, proporcionando também uma base segura para crescer em eficiencia, agilidade e rapidez de resposta, tanto no atendimento de clientes internos como externos”, detalha Oscar Mancisidor.

O CIO da IANSA destaca também a transcendência deste processo do ponto de vista da modernização tecnológica que enfrentam as empresas de todo o mundo. “Não devemos nos esquecer que as empresas que demorem a participar deste processo de Transformação Digital ficarão por baixo, e depois será muito complexo dar o passo evolutivo. Isso vai gerar fortes desvantagens competitivas”, explica.

Apesar de que este passo não esteve isento de contingências ou complicações, tanto a experiência dos profissionais da IANSA como o apoio permanente da equipe da SONDA, permitiram um excelente resultado.

Evangelina Páez destacou que a implementação do serviço “encontrou uma equipe madura, que vinha de um projeto muito complexo no semestre anterior. Por isso mesmo havia lições aprendidas recentemente e também trabalho antecipado. Isso permitiu identificar as dificuldades que foram se apresentando de maneira ágil e focar nos compromisso de tempos e resultados assumidos.”

Neste cenário, “as pessoas da SONDA sempre tiveram sensibilidade para estar presente e nos acompanhar, respondendo rapidamente aos imprevistos, oferecendo sua experiência e apoio desde o ponto de vista técnico. Demonstram compromisso com o projeto que vai além do contratual”, agrega a profissional.

Notícia publicada em: "En qué Invertir""Corporate IT""Mundo en Línea"